Funeral de Alto Padrão: a nova tendência

Funeral de Luxo

Atendimento especializado de alto padrão exige estrutura  
Inspirados nos serviços norte-americanos, muitas empresas funerárias brasileiras que entregam serviços premium para velórios enxergam muito além e miram alto faturamento para os próximos anos. Se depender da ousadia dos empreendedores, esse mercado não tem limites para crescer.

Serviços como clínica de preparação, cremação, cremação PET, planos funerários, sepultamento imediato fora de São Paulo, diamantes feitos com cinzas e transporte aéreo funerário são considerados serviços já comuns no mercado, que cada vez apresenta novidades.

Considerando o número de mortes por ano no país – cerca de 1,2 milhão e o custo médio de um funeral ou cremação, R$ 2.000 – o mercado movimenta cerca de R$ 2,4 bilhões ao ano. De acordo com último levantamento da Associação Brasileira de Empresas e Diretores do Setor Funerário (Abredif), há 5.500 empresas em funcionamento no País, a grande maioria, familiares.

Especialidade em Funeral de Luxo

Outro produto de luxo curioso para esse segmento são as chamadas urnas para cinzas. Existem vários modelos baseados na consciência ecológica, como urnas biodegradáveis construídas com matérias-primas naturais, como folhas, areia, sementes e até tintas ecológicas.
Mas também há quem prefere os modelos tradicionais, de madeira, aço, bronze, entre outros. Esses produtos são convencionais e nunca perdem totalmente a preferência.
A Funerária Morumbi trabalha com diferenciadas urnas funerárias. Temos das mais simples às mais sofisticadas, com os melhores valores do mercado.

Solicite o seu orçamento agora.

Sepultamento e Cremação com ótimo Atendimento

Segundo dados do Sindicato dos Cemitérios e Crematórios Particulares do Brasil (Sincep), entre 8% a 9% dos mortos no país são cremados. Seja por orientação religiosa, influência dos filmes terror ou relatos sobrenaturais, falar em cremação pós-morte é um desafio e tanto para as famílias. Como os tradicionais velórios e enterros em cemitérios estão enraizados na cultura brasileira, o processo de cremação causa pavor em muita gente.

Ao longo os anos, a procura pelo serviço tem aumentado consideravelmente. O Crematório Municipal Dr. Jayme Augusto Lopes, popularmente conhecido por “Crematório Vila Alpina”, localizado no Jardim Avelino, Zona Leste, registrou elevação no número de procedimentos. Em 2015, foram realizadas 9.170 cremações de corpos e 1.557 cremações de ossos resultantes de exumações. Em 2016, 9.493 corpos foram exumados e em  2017, 10.250 corpos. A média mensal chega a 900 cremações.

Muito popular no mundo e ainda em processo de crescimento no Brasil, o mercado que oferece o serviço de cremação é visto com curiosidade, mas devido à redução do espaço em cemitérios, aliado aos altos preços dos túmulos, o setor observa uma mudança de comportamento do consumidor.

Conheça o Plano Funerário! E entre em contato para mais informações.

Notícias relacionadas

Ver todas